Marketing

Como fazer parcerias online para sua clínica?

Tempo de leitura: 3 minutos

Com a pandemia, vários psicólogos viram uma oportunidade em divulgar seus serviços de forma online. Com isso, surgiram as lives, os blogs e também as parcerias. Porém, nem sempre é fácil encontrar um parceiro para o seu negócio, ainda mais se tratando de saúde mental.

Se você procura atuar no mercado digital, ter uma boa parceria faz com que sua marca tenha uma boa estratégia competitiva e que traga mais ações positivas para o seu consultório. Pensando nisso, nós separamos para você dicas de como fazer parcerias online.

Boa leitura!

1. Identificando possíveis parcerias

Pense comigo. Não adianta de nada uma parceria onde não haja vantagens entre todos os envolvidos, certo? Por isso, deixe claro que cada parte terá que ganhar com essa associação. Feito isso, identifique a competência de cada um e quais ferramentas eles teriam para alavancar o seu “negócio”. Seu objetivo é crescer e ter ao lado pessoas que estejam integradas a esse processo. Então, saiba o que é melhor para você também.

Não tenha problema em apostar em nichos diferentes do seu, pois ao final os dois produtos (ou seja, a informação), será destinada para as pessoas que têm interesse por aquilo que você produz.

2. Esteja envolvido com quem pensa como você

Assim que identificar as pessoas ou empresas que irão atuar com você, é hora de pensar nas alianças duradouras. Leve em conta os valores com quais já e verifique se vocês conversam a mesma “língua”.

O importante é procurar pessoas que sejam aliados, pontuais e estratégicos durante muito tempo para você. Por isso, é importante que eles tenham a mesma visão de negócio que você, caso contrário, vocês só irão discordar e eventualmente perder o espírito de equipe, que poderia trazer ótimos resultados para o empreendimento de ambos.

Como definir o nicho de mercado na psicologia clínica?

3. Avalie os cenários possíveis

Como as parcerias envolvem mais de uma pessoa opinando e dando sugestões, é importante discutir os aspectos legais, financeiros ou subjetivos dessa comunhão.

O ideal é criar um documento formalizado com os tópicos principais:

  • Obrigações legais de cada um;
  • Se a associação está atrelada à metas específicas;
  • Como as decisões futuras serão tomadas;
  • Como a divulgação será feita;
  • Como dissolver a parceria, caso os resultados não sejam os esperados.

Essa última parte é bem importante, pois nem sempre sai como esperado e então ficamos no impasse de não saber como proceder. Com tudo resolvido desde o início, qualquer imprevisto será mais fácil de lidar.

4. Preocupe-se em gerar valor

Ao contribuir com outros empreendedores e desenvolver suas habilidades, você será capaz de estabelecer boas parcerias para o seu negócio e fazer com que sua clínica tenha cada vez mais alcance ou relevância no mercado.

Você gostou do conteúdo, tem mais alguma dica que gostaria de compartilhar com a gente? Deixe aqui nos comentários.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Open chat
Olá 🤩

Quer saber mais sobre o PsicoManager?