Atendimento OnlineDiversos

Atendimento online: comece agora em 4 passos

Você tem pensado em atender de forma online, mas tem dúvidas? Já pensou em como a terapia online pode aumentar seu caixa, porém está inseguro em como começar a realizar esse tipo de atendimento? Então, esse post foi feito para você! Vamos tirar todas suas dúvidas sobre essa nova modalidade de atendimento que vem crescendo muito ao longo desse ano!

Para você ter uma ideia, a Terapia online é uma modalidade de atendimento que mais cresce no Brasil na área da Psicologia. Recentemente, ela foi autorizada pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) na Resolução nº 11/2018, e é extremamente importante que você compreenda essas normas, pois, com ela, você saberá quais os passos a ser tomado para não cometer erros.

Pesquisas realizadas em países como Austrália, Estados Unidos e Reino Unido tem mostrado que a psicoterapia online tem se mostrado efetiva, pois nela o acesso se torna mais fácil para algumas pessoas e, além disso, diminui consideravelmente seus custos.

Hoje, apresentaremos a você dicas de como começar a atender online, afinal, vai bem mais além de ter competência tecnológica, envolve cuidados éticos e algumas burocracias.

1. Mas primeiro, atendimento online é seguro?

Que a internet nos oferece um leque de oportunidades para melhorar nossas vidas, isso não resta dúvidas. Ela abriu novos caminhos para que pudéssemos cuidar melhor de nossas relações, emoções, bem-estar e que levássemos a vida de forma equilibrada, leve e saudável. Caso você esteja considerando a terapia online, separamos algumas razões para te ajudar a avaliar os benefícios de começar a atender online.

1.1. Atendimento em áreas remotas e imigrantes

A psicoterapia ainda enfrenta alguns obstáculos, afinal, em cidades interioranas e regiões rurais o acesso ao psicólogo é escasso ou limitado. São comuns relatos de imigrantes quanto a dificuldade em encontrar profissionais pela possível dificuldade com a língua ou ainda a cultura e os costumes de um novo país.

Com o serviço de terapia online, o cliente tem acesso fácil e rápido ao cuidado mental adequado, mesmo que residam em áreas rurais ou fora dos grandes centros urbanos, oferecendo assim, maiores possibilidades de tratamento ao paciente e facilitando também a abrangência e alcance do profissional da psicologia.

1.2. Acessibilidade para pessoas com limitações físicas

O acesso a terapia online pode oferecer acessibilidade a pessoas com limitações domésticas ou físicas. Quando o assunto se trata de cuidados da saúde mental e física, a mobilidade pode se tornar um grande problema. Por exemplo, pessoas que sofrem de pânico, agorafobia e estresse pós- traumático, sentem dificuldades em sair de casa para realizar o tratamento.

Pessoas limitadas por cadeiras de rodas, acamadas, em leitos hospitalares e também obesos mórbidos podem encontrar na terapia online uma alternativa útil e agradável aos contextos tradicionais da psicoterapia.

1.3. Facilidade e efetividade

Uma vez que você tem a possibilidade de fornecer ao seu cliente um atendimento onde ele possa estar no conforto da casa dele, se torna mais atrativo. Ele poderá agendar os horários que sejam convenientes como, finais de semana ou pela madrugada, caso tenha psicólogos com disponibilidades nesses horários.

2. Cadastre-se no na plataforma e-Psi

Para prestar serviços psicológicos online, é obrigatório que o Psicólogo faça o cadastro no e-Psi. Ele lista os profissionais que estão autorizados pelo Sistema Conselho de Psicologia a prestarem serviços psicológicos online. Caso o profissional não estiver listado, ele não pode exercer esse tipo de serviço.

Nesse cadastro o psicólogo informa: abordagem, tecnologia utilizada para o atendimento, publico de destino do atendimento e como protegerá os dados dos clientes.

Antes do cadastro no e-Psi, os psicólogos precisavam se vincular a um site já cadastrado no CFP. A nova resolução do Conselho Federal facilitou ainda mais para quem deseja efetuar os atendimentos.

3. Aprenda sobre a área e pegue referências

Se você realmente tem vontade de atender online, é necessário que aprenda as novas tecnologias, principalmente na área da comunicação. Embora não seja obrigatório, fazer um treinamento de capacitação em atendimento online é uma maneira de você aprender mais sobre o assunto de forma mais rápida e clara.

Você também pode participar de grupos onde outros psicólogos compartilham experiências sobre atendimento online. Com isso, você terá a visão de profissionais sobre os benefícios ou malefícios desta forma de trabalho. Faça pesquisas e consiga tirar suas próprias conclusões!

4. Divulgue seu trabalho

Depois de toda preparação ética e burocrática para atender online, é hora de se dedicar para construir sua presença online. Utilize redes sociais, blogs ou sites. Assim também, produza conteúdos com qualidade e faça as pessoas te reconhecerem, sem ser apelativo ou evasivo. Mostre que você é um psicólogo com capacitação para atender online.

Aprenda a divulgar seu consultório com nosso ebook de marketing digital.

Os serviços psicológicos devem ser divulgados de forma ética e sem apelo para o consumo como: “agende já sua consulta”. É necessário que siga o Código de Ética da Psicologia sempre. Por isso, atente-se a essas regras:

  • Não utilizar preço do serviço como forma de propaganda;
  • não fazer autopromoção em detrimento de outros profissionais;
  • não fazer divulgações sensacionalistas das atividades profissionais.

Para ter acesso ao Código de Ética da Psicologia e se informar mais sobre, é só clicar aqui.

O atendimento psicoterapêutico feito pela internet é algo novo e desafiador e vem atrelado a uma necessidade da nossa sociedade. Além disso, é uma possibilidade de escuta e trabalho terapêutico que vem demonstrando bastante eficácia.

O que você pensa sobre atendimento online? Deixe seu comentário e conta pra gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *