Diversos

Defina seu público-alvo com estas 3 dicas

Você sente dificuldade em atingir seus clientes do jeito certo? Acha que não está atraindo a atenção da forma que gostaria? Está começando agora e não sabe quem atender?

Por isso, no post de hoje, apresentaremos a você como definir seu público-alvo a fim de melhorar ainda mais sua produtividade!

Confira também:

Como definir o preço da sua sessão em 6 passos.

Quero ter um consultório, por onde devo começar?

1. Afinal, o que é público-alvo?

Público-alvo é a definição de um grupo da sociedade, de forma econômica, social e demográfica de quem vai consumir seu produto ou serviço. Para definir o seu público, é necessário se atentar a algumas informações, como:

  • Estado civil;
  • gênero;
  • formação;
  • hábitos de compra;
  • idade;
  • profissão;
  • região do país.

Para entender melhor, vamos aplicar a um exemplo: imagine um consultório de psicologia que presta serviço apenas para mulheres de baixa renda, que já sofreram algum tipo de agressão por parte do parceiro em casa. Mulheres com idade entre 18 a 60 anos, que residam na cidade de São Paulo. Esse seria o público-alvo

Com essas informações, você já tem em mãos o primeiro passo para uma campanha de marketing, seja por redes sociais ou até mesmo mídias de massa, como, revistas e outdoors.

Vale ressaltar que público-alvo é diferente de persona. Persona é o exemplo de cliente ideal para sua clínica, que será utilizado para entender melhor seus clientes potenciais, suas necessidades e características. Para definir o perfil de persona, é necessário uma pesquisa mais detalhada além das informações demográficas e econômicas, pois é levado em conta também o estilo de vida da pessoa, seus sonhos e desejos, seu relacionamento com familiares e amigos, etc.

2. Qual a importância em definir seu público-alvo?

Definir seu público-alvo, ou persona, é uma peça importante para qualquer negócio, pois tem uma contribuição para identificar exatamente em qual grupo sua clínica será inserida no mercado, e pra quem será importante direcionar os seus serviços. De outra forma, não seria possível aumentar o número de novos pacientes, pois pode ocorrer de você atingir outras pessoas que não sejam seus potenciais clientes.

Atingir de forma errada o seu público, pode ocasionar em clientes que talvez não estejam tão interessados no que você tenha a oferecer.

A importância de saber quem são essas pessoas não está ligada somente ao fato delas consumirem seu serviço, mas sim em entender como elas veem seu nome ou negócio. Quanto mais você entende, melhor fica na hora de traçar os seus objetivos de marketing.

Marketing digital: 6 ferramentas que podem impulsionar o seu consultório.

3. Como definir seu público-alvo?

Para definir melhor a sua clientela, é muito importante entender seus objetivos para posteriormente levantar algumas informações. O principal a se fazer é pesquisar (e quanto mais detalhe, melhor). Converse com seus pacientes, anotando todas as informações que achar importante, e tente descobrir essas principais: idade, profissão, situação econômica, estado civil, se tem filhos ou não e o que espera dos seus serviços.

Outras perguntas a serem levadas em conta são:

– O que ele pensa: quais os pensamentos mais frequentes que pairam sobre sua cabeça, tanto pensamentos encorajadores, quanto os desencorajadores.

– Quais são seus sonhos: quais são as expectativas do seus pacientes, o que ele deseja da vida. O que ele almeja alcançar.

– Quais são suas dores: do que ele mais reclama? O que ele gostaria de mudar mas nao está conseguindo sozinho?

– Quais lugares ele frequenta: Onde seus pacientes vão com mais frequência? Bares, faculdade, biblioteca, parques? Fica mais em casa na internet? São informações importantes a serem anotadas, pois você saberá onde encontrar o seu potencial público.

Respondendo a todas essas perguntas, você poderá traçar seu público como: estudantes universitários da região de São Paulo, idade entre 18 a 25 anos, que sofrem de síndrome do pânico e que morem com os pais, por exemplo.

Outra boa ideia é utilizar pesquisas secundárias como o IBGE; pesquisas já feitas que estejam disponíveis na prefeitura do seu município também são indicadas para estimar o tamanho do seu público.

Lembrando que hoje em dia é autorizado pelo Conselho de Psicologia o atendimento online, sendo assim, é possível você abranger um maior número de clientes, de qualquer região do país, se assim for sua demanda.

Saiba mais sobre o atendimento online clicando aqui.

Dispondo dessas informações, você com certeza conseguirá alcançar de forma mais assertiva as pessoas que estão interessadas nos seus serviços. E, já que te ensinamos a traçar o seu público-alvo, baixe nosso e-book de Marketing Digital e alcance essas pessoas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *