DicasGestãoMarketing

12 dicas de marketing para um 2021 mais otimista

12-dicas-de-marketing-para-um-2021-otimista
Tempo de leitura: 4 minutos

 

Podemos dizer que o ano de 2020 foi marcado pelo uso excessivo das redes sociais, em que a famosa frase “a propaganda é a alma do negócio”, poderia ser substituída facilmente por “o marketing é a alma do negócio”, já que ele esteve presente em quase 100% das ações realizadas pelas empresas no meio digital. 

Além disso, foi um ano de muitos desafios e quebra de paradigmas para os psicólogos(as), pois o atendimento presencial deu lugar às videochamadas e demais plataformas de encontro virtual. E, graças à tecnologia e à internet, foi possível manter a cartela de clientes, mesmo com o país em uma crise sanitária e financeira. 

E, mesmo que as expectativas para 2021 ainda dependam do cenário pós-pandemia da Covid-19, resolvemos preparar 12 dicas de marketing para que você consiga encarar o ano que vem mais otimista, sem deixar de continuar atendendo seus clientes da melhor forma e ainda prospectar novos. 

1. Esteja nas redes sociais 

Já é um fato que o que publicamos nas redes sociais é uma extensão da nossa vida real/física. Por isso, nada mais coerente do que levar seu negócio/trabalho para o universo digital, onde você terá mais e outras oportunidades de chegar até o seu público-alvo.

esteja-nas-redes-sociais

2. Tenha uma conta profissional no Instagram 

O Instagram é uma das redes sociais mais queridinhas dos brasileiros e 90% dos usuários dessa rede social seguem pelo menos 1 perfil de negócio/empresa, o que mostra que o público busca por produtos e serviços no Instagram, onde ele passa horas navegando. 

tenha-uma-conta-profissional-no-instagram

6 mitos sobre Instagram para psicólogos

3. Conheça seu público 

Mas para iniciar com o pé direito no mundo digital das redes sociais é essencial conhecer o seu público. Com quem eu estou falando? Quem eu quero atingir? Para quem o meu serviço importa? São questões fundamentais que você deve se questionar ao longo do processo de inserção nas redes sociais, sempre visando o seu trabalho. 

Defina seu público-alvo com estas 3 dicas

4. Acompanhe as tendências e stalkeie seus concorrentes 

Ficar por dentro do que é tendência nas mídias digitais é de extrema importância para quem busca por visibilidade em seu negócio. Por exemplo, se os clientes da clínica concorrente gostam de acompanhar as novidades pelas redes sociais, provavelmente os seus clientes também vão querer saber por meio do Instagram, LinkedIn ou Facebook as suas últimas iniciativas/ideias. 

5. Tenha um perfil no LinkedIn

O LinkedIn é outra rede social importante para o psicólogo, pois além de servir como uma vitrine, funciona como uma ferramenta para mostrar os seus conhecimentos, especializações, experiências profissionais e, claro, o que você pensa sobre determinado assunto e, também, sobre a psicologia em si, além de tudo isso, esta pode ser uma rede social que vai auxiliar muito você na hora de fechar parcerias profissionais. Mas tenha cuidado, o LinkedIn é uma rede social voltada para o trabalho, mas não somente isso. Tente equilibrar o conteúdo que você publica e sempre se questione: Isso é relevante? Eu gostaria de ler sobre isso? 

Tenha-um-perfil-no-LinkedIn

6. Invista em vídeos e interação 

Conversar com o seu público e promover a interação, demonstra que você se preocupa com o que seu cliente precisa, pensa, deseja e está procurando no seu perfil. Por isso, faça vídeos com conteúdo sobre a área e a metodologia que você aborda, aproxime as pessoas do seu trabalho, abra diálogo para saber o que eles querem ver no seu perfil. 

7. Linguagem acessível 

Depois de já conhecer o seu público-alvo, saiba fazer um conteúdo com uma linguagem acessível, que consiga comunicar com clareza aquilo que você quer dizer e seus clientes compreendam, sem precisar de grandes interpretações. 

8. Canais alternativos 

Além do telefone fixo, site e redes sociais, é imprescindível ter canais de comunicação alternativos para prestar um atendimento de qualidade rápido e simples com os seus clientes/pacientes. Por isso, disponibilize também um aplicativo de mensagens instantâneas em que o cliente possa entrar em contato com você ou sua equipe. 

Como o WhatsApp Business pode ajudar na sua clínica de psicologia?

9. Atendimento personalizado 

Mas, se você quer oferecer um atendimento ainda mais personalizado para o seu cliente, você pode contar com a nossa Sala Virtual, onde é possível realizar a consulta e/ou sessão de terapia com o seu paciente por vídeo. Saiba mais aqui.

10. Mantenha-se atualizado 

Mantenha-se atualizado

Qualquer profissão ou área exige que seus profissionais estejam sempre se capacitando e, na psicologia, isso não é diferente! Por isso, busque cursos e especializações que agreguem mais na sua carreira e tragam novidades para os seus clientes. 

11. Faça parcerias 

Faça parcerias

Busque parcerias com os outros psicólogos ou terapeutas da área para fazer um bate-papo em uma live no Instagram ou, até mesmo, escrever um artigo para o LinkedIn. Além de aumentar o engajamento com o público, você e seu colega ainda  ajudam um ao outro na divulgação do trabalho de vocês. 

12. Tenha um site seguro e conteúdo atualizado 

O site de uma empresa/profissional ainda é a grande vitrine do seu negócio. Por isso, tenha um site seguro, confiável e tente mantê-lo sempre atualizado com os seus contatos, notícias da área, informações sobre a sua metodologia de trabalho e, claro, com uma comunicação visual agradável, que também converse com as suas redes sociais. 

Claro, que todas essas dicas não precisam ser colocadas em prática de uma vez só. Se organize e vá executando aos poucos, só assim você conseguirá perceber os resultados dessas ações e otimizá-las na sua agenda semanal/mensal. Você notará a diferença, com certeza!

E aí, o que você achou? Conte pra gente! Continue nos acompanhando aqui no blog e nas nossas redes sociais. 

Boa leitura! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Open chat
Olá 🤩

Quer saber mais sobre o PsicoManager?