MarketingPsicologiaTecnologia

4 dicas para fidelizar pacientes digitais

Tempo de leitura: 4 minutos

Quando falamos de tecnologia, vemos o setor da saúde se renovando cada vez mais, tanto na área da medicina quanto na área da psicologia. Além de reduzir alguns recursos e custos, ela também possibilita uma melhor experiência ao seu cliente, e assim trazer mais resultados em sua clínica.

E hoje, mostraremos a você sobre pacientes digitais e como fidelizá-los. Vamos nessa?

O que são pacientes digitais?

Segundo um estudo chamado Jornada Digital do Paciente, 94% de 3800 entrevistados afirmam que usam a internet para se informarem sobre sua saúde, sendo que 70% dessas pessoas fazem alguma pesquisa antes de marcarem uma avaliação. As áreas mais procuradas são: ginecologia, psicologia e dermatologia.

Essas pessoas são consideradas os pacientes digitais. Isto se trata de uma mudança de comportamento onde, antes de ir até um profissional que ajude em seu problema, eles pesquisam sobre seus diferenciais antes de se fidelizarem à uma clínica.

Um bom psicólogo entende que fidelizar os pacientes digitais demanda tempo, dedicação e uma boa estrutura para realizar os atendimentos. Oferecendo esses itens, você passa a primeira impressão de que se preocupa com o bem estar do seu cliente.

1. Invista em meios de comunicação

A fidelização de pacientes digitais começa antes mesmo dele chegar em sua clínica. E isso só e possível quando você mostra que tem autoridade no assunto.

Ebook Marketing Digital para Psicólogos

Mas, como demonstrar isso sem haver uma consulta? A resposta é: mantenha seus meios de comunicação ativos! As redes sociais dão muito mais resultados nos dias de hoje, por isso é importante mantê-las atualizadas e fáceis de serem encontradas no Google.

No Google, você conta com um recurso chamado Google Meu Negócio. Nele, você cadastra sua clínica, e sempre que alguém procurar por alguma especialidade em sua região, seu consultório aparecerá. Simples, não é?

Como conseguir um melhor engajamento no Instagram

2. Esteja disponível

Estar presente nas redes sociais não será o suficiente se seus clientes digitais tem dificuldades em marcar as consultas. Deixe sempre claro quais são os canais que você utiliza para efetuar agendamentos.

Evitar atrasos também é um diferencial para o seu cliente, já que essa é uma reclamação recorrente entre os pacientes. Atrasar uma consulta pode por em risco sua reputação e até a reputação da sua clínica. Por isso, para facilitar seu dia a dia e garantir um atendimento de excelência, procure plataformas que garantam agilidade e proteção como o PsicoManager.

3. Tenha clareza na comunicação

Você já ouviu falar na Metodologia SCOT? Ela é o pilar do atendimento ao cliente e significa Segurança, Clareza, Objetividade e Transparência.

Para transmitir segurança, é necessário ouvir seu cliente para que possa responder suas questões de forma adequada, e que passe confiança. As pessoas procuram um psicólogo para compreender o que está acontecendo com sua vida. Por isso, a melhor forma é explicar sempre de um jeito mais simples, como será todo o processo de autoconhecimento. Dessa forma, você garante que seu cliente entenda pelo que está passando, porque aquilo está acontecendo e o que precisa ser feito para ajudá-lo.

Garanta que seus clientes não saiam com dúvidas! Informações precisam de honestidade. Com isso, seus clientes poderão contar com você para ter uma qualidade de vida melhor, e não sinta receio em “se abrir”.

4. Tenha uma clínica que acompanhe a tecnologia

Na hora de fidelizar seus clientes digitais, a tecnologia é a maior aliada. É com ela que você conseguirá manter uma relação mais próxima com as pessoas, seja para desejar um feliz natal, ou até mesmo mandar um cartão virtual de aniversário.

Além disso, a tecnologia facilita seu dia a dia para que você possa se preocupar apenas em oferecer o melhor atendimento possível para seus clientes. No mercado, há diversos sistemas e softwares para a gestão de clínicas que podem simplificar seu dia a dia.

Por que o PsicoManager é a ferramenta feita para o Psicólogo?

E então, gostou? Tem alguma dica que queira compartilhar conosco? Deixe nos comentários, adoraríamos ouvir você.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *