Atendimento OnlineDicasPsicologia

Terapia online cresce 32% durante a pandemia

Tempo de leitura: 3 minutos

 

A terapia online tem sido a melhor alternativa para quem não abre mão de cuidar da sua saúde mental mesmo durante a pandemia. Isso porque o isolamento social, em decorrência do novo Coronavírus, causou diversos danos emocionais. O Brasil, por exemplo, é o país com maior índice de ansiedade do mundo, pois 9,3% da população sofre do problema, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Mais recentemente, uma pesquisa realizada pela plataforma de contratação de serviços GetNinjas, identificou que a procura por psicólogos e terapia por videochamada aumentou em 32% apenas entre março e setembro de 2020, um número bastante expressivo  para a área.

É perceptível que a terapia online trouxe mais comodidade e praticidade para a sessão, tanto para o paciente quanto para o(a) psicólogo(a). Além disso, o encontro virtual promoveu mais a adesão de pessoas em tratamento, justamente por não precisar sair de casa, enfrentar o trânsito caótico das grandes cidades e perder tempo, assim como reduziu os gastos com transporte público/privado. 

E, de acordo com psicólogos(as) e terapeutas, a tendência é que a consulta remota chegou para ficar. Diante disso, listamos 5 passos que você pode orientar o seu paciente a fazer para ter uma sessão de terapia virtual como se fosse presencial.

 

1. Contratar internet 

Uma boa conexão de internet é fundamental para garantir uma sessão virtual sem falhas de comunicação. Mas lembrando que é normal ocorrer qualquer instabilidade e, consequentemente, ambas as partes devem estar cientes disso para entender que é normal acontecer, principalmente no contexto atual em que as pessoas estão usando cada vez mais esse recurso. 

2. Ter dispositivo eletrônico sempre atualizado

A videochamada pode ser realizada tanto pelo smartphone, quanto pelo tablet ou desktop. E, para manter a privacidade da sessão, é aconselhável que tanto o aparelho do profissional da psicologia quanto do paciente esteja seguro, sem risco de vírus ou ataque de hackers e, para isso, é importante manter o dispositivo sempre atualizado. 

3. Escolher o local mais confortável/favorito da casa 

Outro passo que o paciente deve dar é escolher o seu espaço favorito da casa ou o mais confortável para a realização da terapia online. Assim ele ficará mais à vontade para conversar com o psicólogo e não sentirá falta do encontro presencial. Além disso, estar acomodado(a) em uma cadeira, poltrona ou sofá confortável pode trazer uma sensação de bem-estar para o momento. 

4. Falar sobre o uso da câmera 

Sabemos que a terapia presencial aproxima o paciente do psicólogo(a). Entretanto, às vezes o paciente não está nos seus melhores dias e prefere não ligar a câmera, por isso é sempre interessante questioná-lo no primeiro contato se deseja ou não ligar a câmera, assim evita que ele fique desconfortável ou até mesmo falta ao encontro virtual. 

5. Conhecer sobre plataformas de otimização 

Assim como o psicólogo(a), o paciente às vezes também precisa de lembretes diários, facilidade no pagamento, entre outros recursos que otimizam o seu dia a dia. Por isso, lembre-se de falar sobre plataformas que possam ajudá-lo(a) ainda mais no tratamento, garantindo assim a adesão nas consultas. Em maio de 2020, o PsicoManager implementou a funcionalidade de Sala Virtual, devido às necessidades impostas pela pandemia. Mais de mil profissionais aderiram a terapia online através da ferramenta integrada em menos de um ano. Ou seja, você, que já é nosso cliente, poderá proporcionar mais e melhores experiências ao seu paciente.

E aí, o que achou? Continue nos acompanhando por aqui e nos nossos perfis oficiais nas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn. Não perca nenhuma novidade do universo da Psicologia! 

Até a próxima. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Open chat
Olá 🤩

Quer saber mais sobre o PsicoManager?