DicasPsicologia

Clínica ou consultório de psicologia? Qual a diferença?

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Você já ficou com a grande dúvida sobre a diferença de clínica e consultório de psicologia? Apesar de parecer a mesma coisa, há diferenças importantes que devem ser consideradas na hora de abrir uma empresa.

Hoje, explicaremos para você as reais diferenças entre esses dois espaços! Boa leitura.

1. Infraestrutura

O consultório, como o próprio nome indica, serve para as pessoas realizarem consultas. É dotado de uma sala onde há o psicólogo e o cliente, com a finalidade de escutar seus “sintomas”, além de uma ou duas secretárias para anotar os horários de atendimento.

Já as clínicas, são estruturas mais completas. Por exemplo, clínicas médicas, onde há possibilidade de realizar exames, cirurgias, além de espaços para UTI, leitos de internação e uma grande lista de profissionais e funcionários.

Ou seja, psicólogos possuem consultórios ao invés de clínicas! A não ser que você trabalhe em uma clínica com grande infraestrutura.

5 dicas infalíveis de cores para seu consultório de psicologia

2. Atividades

No consultório, o atendimento é o foco principal! Então, é normal que um ou mais psicólogos dividam um espaço, cada um com seu cliente e sua própria marca.

Na clínica, o foco são os tratamentos e as cirurgias. Claro que há atendimento na clínica também, porém a atividade principal está além do contato com o cliente!

Quero ter um consultório, por onde devo começar?

3. Informações jurídicas

Talvez essa seja a maior diferença, e a mais importe, entre a clínicas e consultórios. Isso porque é preciso regularizar com diversos órgãos de fiscalização para que possa executar determinadas atividades, além de responder obrigações e responsabilidades.

Em consultórios a “abertura” é mais prática e sem burocracia. Ou seja, não é necessário um CNPJ para registro, por isso é comum vários psicólogos se unirem para alugarem um imóvel com várias salas, transformando cada sala em um próprio espaço de atuação.

Já nas clínicas, é um pouco mais complicado. Nesta opção o proprietário precisa de um CNPJ para manter seus negócios funcionando legalmente. Além disso, todos os profissionais contratados, equipamentos e estruturas precisam estar dentro da lei e das normas exigidas, o que pode demandar tempo e dinheiro para finalizar o processo de abertura do local.

É adequado dar meu nome para meu consultório de psicologia?

 

E aí? Conseguimos responder às suas dúvidas? Esperamos que você esteja bem informado sobre as principais diferenças entre consultório e clínica!

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Open chat
Olá 🤩

Quer saber mais sobre o PsicoManager?