DicasDiversos

Dicas para o isolamento acústico da sua clínica de psicologia

Tempo de leitura: 3 minutos

 

Independente do seu consultório ter apenas uma sala de espera (além da sala de atendimento) ,ou ser uma clínica com várias salas em atendimento ao mesmo tempo, é importante fazer com que seu paciente se sinta assegurado de que não será ouvido, exceto pelo profissional, através da porta ou paredes para que não se sinta constrangido “no seu momento”. Pensando nisso, convidamos as arquitetas do Arquitetas Online, para ajudar a gente nesse tema.

1.Quais materiais usar?

Ouvir o diálogo de um consultório enquanto está na sala de espera não é algo simples de enfrentar, especialmente, porque depois você estará lá dentro e todos irão ouvir o que você tem a dizer em uma consulta de rotina.

Espaços pequenos pedem melhores cuidados com a manutenção acústica, pois também sofrem com as reverberações do ambiente. Para isso, existem dois tipos de materiais :

Materiais absorvedores: ideal para você que já alugou ou comprou uma sala pronta e não pretende fazer grandes investimentos (ou definitivos/invasivos). No geral, são mais leves e diminuem os ruídos dentro do local, ideais para uma sala que já está pronta para o uso. Alguns exemplos são revestimentos compostos por isopor, cortiça, painel de madeira… No mercado, é possível encontrar revestimentos específicos para este fim que diminuem os índices em 40% e até 80%.

Materiais isolantes: são as paredes maciças e divisórias de gesso. Porém essa solução é válida se você está começando do zero ou reformando total, pois deve prever anteriormente.

2. Além dos materiais, o que mais você poderá fazer?

Outro fator muito importante a ser considerado é porta que acessa a sala de atendimento. Na maioria das vezes, é a maior preocupação! Devemos lembrar que, para solucionar 100% o problema, a alternativa é o uso de uma porta acústica (aquelas portas de madeira maciça, “recheadas” com material isolante, bem pesadas).

Mas se esse não é o seu caso e você não quer investir em uma porta nova, existem algumas alternativas que podem enfraquecer os ruídos, amenizando os efeitos, principalmente se a porta existente for de PVC ou oca, que é muito fácil passar o som.

Uma música na recepção para tirar o foco da conversa de dentro da sala já é um ótimo começo. Além disso, você pode usar um veda fresta adesivo ou escovinha na porta, que já diminui parcialmente os ruídos, ou até mesmo revesti-la com painéis acústicos – os mesmos que podem ser usados nas paredes.

Não se esqueça, se houver divisórias de vidro ou janelas que se comunicam com outros ambientes, é indicado uso de vidro duplo. Aqui, para maior conforto, também vale considerar uma película que mantém a privacidade através dos vidros, e ainda assim permite a passagem
da iluminação de um ambiente para o outro.

A intenção é absorver ruído sem prejudicar a estética!

Quer saber mais dicas sobre decoração, cores e até iluminação? Siga o Instagram @arquitetasonline para mais dicas.

 

 

 

Arquitetas Dieiny Kipper e Lízia Witzel
Sócias Fundadoras da Empresa Arquitetas Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *