Dicas

5 dicas infalíveis para fechar o ano no azul

Tempo de leitura: 5 minutos

Final do ano chegou e sua clínica se encontra no vermelho? Sabemos que o desespero é grande quando um gestor vê seu local de trabalho prestes a fechar, e a preocupação com o futuro se torna cada vez maior. Porém, saiba que existem estratégias bastante eficientes para que você e sua clínica saia dessa situação agora mesmo. Conheça o principais passos no post de hoje.

1. Proximidade com seu o cliente por comunicação automatizada

Quando falamos de automatizar a comunicação, estamos falando de uma prática bastante utilizada no meio do marketing, que é nada mais nada menos que criar diferentes tipos de conteúdos e enviá-los de forma automática. Dessa forma você poderá personalizar de acordo com o objetivo e canais que serão utilizados (SMS, WhatsApp, email…).

Marketing Digital: 6 ferramentas que podem impulsionar seu consultório

Na psicologia, o envio de emails automáticos (conhecido como email marketing), permite que você envie diversos tipos de emails para os pacientes que escolher, e até mesmo decidir o momento certo que eles deverão receber a mensagem.

Sabemos que manter uma comunicação próxima com seus clientes é uma tarefa complicada, por isso, a comunicação automatizada se torna tão eficaz. Além do email marketing, o Facebook também é uma ótima forma de comunicar com o seu cliente. Se você entrar na página do seu restaurante favorito, provavelmente uma conversa no Messenger irá abrir automaticamente, perguntando se é possível te ajudar.

Esse exemplo do Facebook incentiva os clientes a entrarem em contato com a marca, ou com a instituição. Esse processo poderá ser utilizado na página do Facebook da sua clínica. Mas, você deve estar se perguntando no que isso poderá ajudar sua clínica sair do vermelho. Bom, a resposta é que, essas estratégias permitem que você entre em contato com potenciais clientes, e que algum deles queira iniciar uma conversa resultando em uma futura consulta. Mais consultas, mais dinheiro!

5 passos para evitar o abandono do paciente ao tratamento

2. Pacientes fieis, dinheiro recorrente!

Philip Kotler, grande especialista em marketing, disse uma vez: “Conquistar um novo cliente custa de 5 a 7 vezes mais que manter um atual.” Várias empresas realizam grades esforços na captação de novos clientes, investindo muito na estrutura física e em propagandas para chamar a atenção, porém, praticamente esquecem que vale bem mais construir um relacionamento de longo prazo.

Além disso, a fidelização dos clientes também ajudam a aumentar a receita recorrente de sua clínica. E se você estiver se perguntando como fazer isso? A criatividade e o trabalho em equipe com um time de marketing é fundamental para ser criado estratégias.

Uma dica é utilizar a sequências de email marketing (como citado no item 1), para lembrar seus pacientes de suas próximas sessões. Essa prática é conhecida como “emails de retorno” e são excelentes para aumentar o fluxo de pacientes na sua agenda. Quanto maior for o fluxo, maior será sua receita recorrente.

Vale lembrar também da importância do marketing boca a boca, o mais importante de todos, pois não adianta de nada você ter uma boa parte do seu dinheiro para propaganda, se o seu cliente não te indica como um bom profissional para os amigos próximos, por isso dê valor aos clientes antigos, e conquiste os novos, pois são eles que irão indicar o seu trabalho e trazer mais clientes para sua clínica.

Lembrando que o PsicoManager possui a ferramenta de lembrete de sessão via SMS e email, que ajuda bastante na hora de se comunicar com seus clientes. Que tal dar uma olhadinha? Acesse psicomanager.com.br

3. Renegocie dívidas com fornecedores

Falando agora da parte mais financeira e saindo da parte de marketing e comunicação, vamos para as dívidas.

É interessante que você tenha em mente que não dá para fugir das dívidas e que elas precisam ser quitadas sempre que possível para evitar futuros transtornos. Sendo assim, o primeiro passo é analisar como anda sua situação financeira para identificar como serão pagas. Uma dica é procurar seus fornecedores (escritórios de contabilidade, por exemplo) e fazer uma proposta de pagamento.

Faça um acordo que não fuja da sua realidade. Caso contrário você corre o risco de somar ainda mais dívidas na sua conta. Se suas dívidas estiverem relacionadas a cartões de crédito e/ou cheque especial, o problema é maior por conta dos altíssimos juros que são cobrados. Nesse caso, procure o credor o mais rápido possível.

Como reduzir a inadimplência em sua clínica psicológica

4. Organize receitas e despesas

Apesar de ser uma atividade relativamente básica de qualquer gestão financeira, ainda existem diversos profissionais com dificuldades nesse quesito. A falta de controle das despesas e receitas da clínica faz com que muitos problemas apareçam inesperadamente. Para evitar esse tipo de problema, é importante separará-las por categorias e não esquecer de anotar as datas de vencimento delas.

Dessa maneira, você evita de pagar juros e multas desnecessárias e também tem o melhor controle da inadimplência de alguns pacientes. Assim, você também identifica falhas que comprometem o fluxo de caixa.

O que psicólogos precisam saber sobre contabilidade?

5. Identifique custos que podem ser eliminados

Resultado de imagem para custos

Nada melhor que organizar suas despesas e receitas para conseguir identificar possíveis custos que possam ser eliminados ou reduzidos. Por exemplo, se em sua clínica você utiliza copos de plástico, que tal trocar por canecas para toda a equipe do seu trabalho? Pois, dessa forma o copo de plástico pode ser destinado apenas para seus clientes.

Além de contribuir para o meio ambiente, traz uma economia de longo prazo e te ajuda a construir um consultório mais sustentável, que é uma ótima forma de ser mais rentável. Contar com o auxílio de tecnologias também ajudam na a reduzir o custo da clínica. Por exemplo, substituir a agenda tradicional pela agenda online e o prontuário físico por prontuário eletrônico, é uma forma de reduzir os gastos com papel, caneta, impressão e até mesmo espaço físico.

Prontuário eletrônico: saúde mental sem o uso de papéis

 

E ai, você conhece alguma outra melhor forma de ficar com sua clínica no azul? Conte pra gente nos comentários, e nos fale o que achou das dicas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *